top of page

Arquitetura gentil e seus impactos na construção de novos destinos turísticos.







A arquitetura contemporânea está cada vez mais posicionada como um vetor de transformação, capaz de criar novos destinos turísticos que vão muito além de simples estruturas físicas. Os projetos arquitetônicos não apenas encantam os olhos, mas também têm o objetivo de impactar positivamente todos os envolvidos, dado a crescente conscientização ambiental, e a busca por experiências ecológicas. 




O Brasil, segundo dados da Embratur, Ministério do Turismo (MTur) e Polícia Federal, registrou a entrada de quase 1 milhão de turistas internacionais em janeiro de 2024. E a previsão para o ano é de manter esse fluxo. A busca por destinos com experiências ecológicas imersas em natureza e bem-estar cresceu dado a crescente conscientização ambiental, a procura pelo slow living e slow staying - um ritmo desacelerado, compatível com o respeito e autoconhecimento. 







Adotando uma abordagem holística que promove a harmonia entre o ambiente construído e o seu entorno.







Fazendo uma leitura contextual deste cenário global, com um olhar apurado para as especificidades locais, a AO vem colaborando com a formação de novos destinos no país, adotando uma abordagem holística que promove a harmonia entre o ambiente construído e o seu entorno.








Um exemplo notável dessa capacidade é um dos nossos projetos Masterplan, esse em fase de desenvolvimento na Bahia, que investiga como estabelecer um empreendimento turístico de uso misto que beneficie atividades de lazer ao mesmo tempo que preserva a natureza e a vivência da comunidade local. Uma criação que envolve uma solução completa de masterplan, arquitetura, interior design, comunicação visual, e paisagismo, idealizada em um amplo terreno de frente para o mar.

  



Desenvolvendo uma sede principal, bangalôs e um beach club com restaurante e amenities, permeáveis e integrados a um sistema de áreas livres e verdes, as estruturas trazem a implantação na escala do pedestre, arquiteturas que acolhem o habitar onde proporção, harmonia e materialidade são compostas para narrar o bem-estar contemporâneo entrelaçada à natureza local.





Contato mais intenso com a natureza, possibilitando ressignificar fronteiras entre campo e cidade.




Outro exemplo inspirador é a construção de marcos arquitetônicos icônicos que se tornam símbolos reconhecidos globalmente de uma cidade. O projeto Paraíso das Araucárias, masterplan que vai desenvolver uma urbanidade entrelaçada à natureza em uma das regiões mais prósperas do sul brasileiro - Campo Alegre. Tradicionalmente, Campo Alegre é local de segunda ou terceira moradia, mas cada vez se coloca como opção prioritária, especialmente conforme a população regional envelhece e atinge expectativas de vida das mais longevas do país.








Tal mudança se reflete na busca por centros urbanos mais tranquilos e capazes de oferecer contato mais intenso com a natureza, possibilitando ressignificar fronteiras entre campo e cidade. Mostra ainda seu potencial como destino de ecoturismo e a urgência de promover um desenvolvimento sustentável integrado ao processo de urbanização e expansão urbana.





A arquitetura desempenha um papel fundamental na criação de novos pontos turísticos ao agregar valor a uma área ou região de várias maneiras. Seja por meio da renovação urbana, da criação de lugares âncoras de atividades locais vibrantes ou da construção de marcos arquitetônicos icônicos, os projetos arquitetônicos bem concebidos têm o poder de transformar uma localidade e torná-la um destino para viajantes ávidos por experiências únicas e memoráveis.






Leia também: Quiet luxury e a sutileza do luxo




nas imagens, Projeto Confidencial, Bahia.

コメント


  • Instagram
  • LinkedIn
  • Pinterest
  • YouTube
bottom of page